noticias Seja bem vindo ao nosso site Rede Se Liga - O Portal de Notícias que mais cresce no mundo!!

Mundo

Dalai Lama pede beijo na língua a menino e se desculpa após repercussão

O Dalai Lama (Tenzin Gyatso) gerou revolta após pedir a menino para 'chupar' sua língua num evento na Índia em fevereiro de 2023

Publicada em 10/04/2023 às 10:46h - 21685 visualizações

Com informações da AFP


Compartilhe
Compartilhar a noticia Dalai Lama pede beijo na língua a menino e se desculpa após repercussão  Compartilhar a noticia Dalai Lama pede beijo na língua a menino e se desculpa após repercussão  Compartilhar a noticia Dalai Lama pede beijo na língua a menino e se desculpa após repercussão

Link da Notícia:

Dalai Lama pede beijo na língua a menino e se desculpa após repercussão
 (Foto: Reprodução / Redes sociais)

O Dalai Lama, líder espiritual tibetano, pediu desculpas hoje após um vídeo em que ele pede a uma criança que beije sua língua circular nas redes sociais.

O que ele disse?

"Menino pediu um abraço". Em nota divulgada nas redes sociais, a equipe do Dalai Lama diz que "um trecho de vídeo que circula mostra uma audiência recente, em que um menino pediu à Sua Santidade um abraço.

Dalai pede desculpas à criança e família. "Sua Santidade deseja se desculpar ao menino e à família dele, bem como aos muitos amigos em todo o mundo, pela dor que pode ter causado."

"Jeito brincalhão". "Sua Santidade frequentemente provoca as pessoas com quem se encontra de um jeito inocente e brincalhão, mesmo em público e diante das câmeras. Ele se arrepende do incidente".

Vídeo causou repúdio

Um vídeo de 28 de fevereiro, mas que se popularizou nas redes sociais recentemente, mostra uma audiência do Dalai Lama, de 87 anos, com uma criança no norte da Índia;

No trecho, ele mostra a língua para a criança, claramente desconcertada, logo após perguntar: "você pode chupar minha língua?", e o público ri;

Usuários reagiram, dizendo que a atitude é "inapropriada" e "nojenta".

Quem é o Dalai Lama

Dalai Lama é o representante do movimento pela autonomia do Tibete.

Ele recebeu o Nobel da Paz em 1989, por "promover soluções pacíficas, baseadas na tolerância e respeito mútuo, para a preservação da herança cultural e histórica de seu povo", segundo o comitê do prêmio;

Ele já tinha protagonizado outra polêmica em 2019, quando disse à BBC que se seu sucessor fosse uma mulher, ela teria que ser "atraente".




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (75)98175-7158

Visitas: 11754004
Copyright (c) 2024 - Rede Se Liga - O Portal de Notícias que mais cresce no mundo! - Todos os direitos reservados para a Rede Se Liga de Comunicação
Chama no zap e interaja conosco!